Luiz Barros Montez

Currículo Lattes Coordenador
Professor Titular da Faculdade de Letras da UFRJ. Possui Graduação em Português-Alemão pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1986), Mestrado em Língua e Literatura Alemã pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1992) e Doutorado em Letras (Língua e Literatura Alemã) pela FFLCH / Universidade de São Paulo (1999). Estágio de Pós-Doutorado em Viena, Áustria, entre 2009-2010. Tradutor, tem experiência na área de Análise de Discurso, com ênfase na Língua e nas Culturas de Língua Alemã, particularmente em sua interseção com a História. Atua principalmente nos seguintes temas: Relatos de viajantes europeus ao Brasil nos séculos XVIII e XIX; Literatura Alemã de meados do século XVIII ao Romantismo; Herder, Humboldt e a filosofia da história; Georg Lukács e o Marxismo; História no Brasil no século XIX.

VISITE A SUA PÁGINA PESSOAL

Currículo Lattes

Projetos de Pesquisa
I – “Construções discursivas do Rio de Janeiro em relatos de viajantes europeus e imigrantes entre 1700 e 1900” [baixar]

II – “Construção de uma prática de formação de docentes de língua estrangeira democrática e alternativa em escolas públicas de nível médio” [baixar]

III – Projeto Expedição Científica Austríaca no Brasil [baixar]

IV – Puris, Coropós, Coroados: indígenas do Sudeste nos relatos de viajantes do século XIX. [baixar]

Orientações em andamento

Graduação

Clara Lopes Sampaio

Roberto d’Assumpção Junior

Mestrado

Fernanda Silva Dias

Jéssica Uhlig Amorim Vasconcelos de Araújo

Manuela Niquet Gonçalves

Vítor Vieira Ferreira

Doutorado

Bianca Dorothéa Batista

Madalena Quaresma Lima

Rafael Chaves Santos

Textos disponíveis relacionados ao Projeto

1. O Lado negro do discurso. Estereótipos racistas em relatos de viajantes alemães sobre a escravidão no Brasil na primeira metade do século XIX

2. O Brasil para os europeus. Três narrativas de viajantes germânicos no Rio de Janeiro entre os séculos XVIII e XIX

3. Frey Apollonio, de Carl Friedrich Philipp von Martius. Ou como um ‘romance brasileiro’ é, na verdade, uma ‘narrativa meta-histórica para brasileiros’

4. Análise de construções discursivas do Rio de Janeiro em relatos de viajantes no século XIX. Uma abordagem interdisciplinar

5. Foucault e o Realismo Crítico. Impasses e perspectivas na construção de uma Lingüística Aplicada Crítica

6. Goethe leu Eurípedes. E nós, leremos Goethe? ou: Ifigênia em Táuride na contemporaneidade

7. Sob a ética do olhar, do tempo e da escrita. Goethe e a história

8. Johann Natterer e a situação singular de seu legado textual: propostas para uma análise crítica e ideológica de seus discursos acerca do homem brasileiro

9. Uma austríaca visita o Rio de Janeiro de 1847. Exame do Relato de Ida Pfeiffer sob uma ótica transcultural